Chuva atinge caverna na Tailândia; janela ideal para resgate termina até terça-feira

Chuva atinge caverna na Tailândia; janela ideal para resgate termina até terça-feira

Tempo está se esgotando com a chegada das monções; leia as cartas que as crianças escreveram a seus familiares

Uma forte tempestade atingiu o norte da Tailândia durante esta madrugada, piorando as condições no sistema de cavernas Tham Luang, onde equipes de resgate lutam contra o tempo e a água para salvar 12 garotos e seu treinador, presos lá há 2 semanas. Com níveis de oxigênio caindo e previsão de mais chuvas, estima-se que os próximos 3 ou 4 dias sejam a melhor janela para uma tentativa de retirada do grupo.

Equipes de terra seguem com os esforços de drenagem – que, apesar de prejudicados pela chuva, conseguiram diminuir o nível de água nos estreitos túneis – e com as tentativas de se localizar um caminho alternativo até a caverna, por alguma abertura natural nas montanhas. Enquanto isso, mergulhadores treinam os garotos para um resgate subaquático que parece estar se configurando para ser iniciado até segunda-feira.

No local, há a sensação de um resgate iminente: linhas de militares com lanternas se alastram caverna adentro, mergulhadores emergem a todo tempo das águas turvas, autoridades apertaram o cordão de segurança e instalaram cortinas plásticas ao redor da entrada do complexo. Monges em trajes laranja se reúnem em um pequeno altar, cantando em uma cerimônia para “abrir” a boca da caverna.

Equipes trabalham neste sábado, 7/7, na operação de resgate de meninos e técnico que estão presos em caverna na Tailândia

Os garotos e o treinador estão em sua melhor condição de saúde até agora, e pela primeira vez se comunicaram com seus familiares, por meio de cartas. Eles falam de saudades e vontades de comidas e garantem estar bem cuidados pela equipe. Veja as mensagens:

Dom, 13 (Dwangphech Phromtheph)
“Eu estou bem, está um pouco frio mas não se preocupe. Por favor não esqueça do meu aniversário”

Nic, 15 (Phiphat Photi)
“Mamãe e papai, amo vocês e amo meu irmão também. Se eu conseguir sair por favor me levem para comer porco crocante. Amo vocês mãe, pai e irmão.❤”

Mark, 13 (Mongkhon Bunpeiyem)
“Mãe, você está bem em casa? Eu estou bem. Por favor avise meus professores. Amo você, Nam Hom.”

Mix, 13 (Phanumat Saengdee)
“Não se preocupem, sinto saudades de todos vocês – vovô, titia, papai, mamãe e irmão. Amo todos vocês. Estou feliz, a equipe Seal está cuidando muito bem da gente. Amo vocês todos.”

Pong, 13 (Somphong Jaiwong)
“Mãe e pai eu amo vocês, por favor não se preocupem. Eu estou seguro agora. Amo vocês todos.”

Adul, 14 (Adun Samon)
“Não precisam mais se preocupar com a gente. Eu sinto saudades de todos vocês. Quero muito sair daqui. ❤❤”

Titan, 11 (Chanin Wibulrungreung)
“Mamãe e papai, por favor não se preocupem comigo. eu estou bem. Por favor diga para P’Yod se preparar para me levar para comer frango frito”

Night, 16 (Phiraphat Sompheiyangjai)
“Eu amo vocês, mamãe e papai, por favor não se preocupem comigo. Eu amo todos vocês.”

Dun, 14 (Nattawut Takhamsai)
“Eu senti muitas saudades de vocês mamãe, papai e [nome ilegível]. Eu amo vocês, papai e mamãe, por favor não se preocupem, eu sei tomar conta de mim mesmo.”

Note, 14 (Prajak Sutham)
“Eu estou seguro, por favor não se preocupem. Eu amo vocês, mamãe, papai e todo mundo. ❤”

Bew, 14 (Aekarut Wongsukjan)
“Por favor não se preocupem, mamãe e papai. Eu já estou longe há duas semanas. Eu vou voltar e ajudar vocês na loja assim que possível. Tentarei sair logo.”

Tee, 16 (Phonchai Kumluang)
“Mamãe, papai, irmão e irmã e família, por favor não se preocupem, eu estou muito feliz.”

Ek, 25 (Ekkapol Janthawong, técnico)
“Queridos pais, estamos todos bem. A equipe de resgate está cuidando muito bem de nós. Eu prometi que cuidaria o melhor possível dos garotos. Obrigado a todos pelo apoio e peço desculpas a todos os familiares. Queridas titia e vovó, eu estou bem, por favor não se preocupem muito comigo. Por favor, cuidem de suas saúdes. Por favor, diga para a vovó fazer torresmo com molho para mim. Eu vou lá comer quando sair daqui. Amo vocês todos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.