Um mergulho inesquecível nas paredes continentais de Fernando de Noronha

Em um golpe de sorte, há tempos, uma grande âncora foi descoberta na parede continental de Fernando de Noronha, cuja marca era de conhecimento de poucos e os mergulhos raros considerando que o perfil exige treinamento técnico específico e envolve vários riscos.

Por outro lado, o cenário é alucinante e praticamente inexplorado. A âncora descansa em um pequeno buraco, que, a depender do ângulo, se assemelha a um coração. Finda essa cratera, há uma curta passagem/caverna que leva à imensidão do azul e às paredes, propriamente ditas. A profundidade aqui é abissal.

Em meados do ano passado, conversando com Fernando Rodrigues, me foi relatado o planejamento para cabear e fazer um circuito no local, possibilitando, assim, levar de forma segura mergulhadores habilitados.

E assim o fez. 

Tive a honra de mergulhar com o mesmo. Descemos de Rebreathear, eu utilizando um meg15 e Fernando um REvo. Contamos, ainda, com a presença do nosso Safety diver Sílvio, do Staff da Seaparadise, cuja participação é indispensável para o perfil planejado.

O circuito é surreal. Descemos cerca de 75 metros, onde adentramos a pequena caverna, saímos na borda da parede e continuamos ladeando a parede aos 100 metros de profundidade. Seguimos nesse patamar por mais por alguns metros e penetramos uma passagem, fazendo, desta feita, o percurso de volta ao platô dos 70 metros. Navegamos mais um pouco até achar o cabo que se encontra preso à âncora e iniciamos as paradas descompressivas da subida para superfície .

Afirmo, com segurança, que esse é um dos mergulhos técnicos mais bonitos que fiz no Brasil e que somente foi possível graças ao empenho do Sr. Fernando Rodrigues, da Seaparadise, em viabilizar uma operação impecável e com regularidade para aqueles que estão habilitados.

Pouco depois as mergulhadoras Camila Mata e Ana Flavia Pantalena, também fizeram a imersão e, em conversa com as mesmas, a sensação de deslumbre foi a mesma.

Recomendação para os habilitados, façam esse mergulho!



Victor Soares

Natural de Natal/RN, advogado, sócio da Brandão & Soares Advogados Ass.

Mergulha desde 1998 pela PDIC.

Mergulhador CCR Trimix, Cave Dive pela Iantd. Utiliza as maquinas Meg 15, SF2 e Prism2 e instrutor de Mergulho Advanced Recreational Trimix, formado pelo IT Gabriel Katter.

Sócio fundador da Escola de Mergulho CCR-BRAZIL de Natal/RN.

Tem como hobby mergulhar pelo mundo registrando cada momento.

INSTAGRAM: @CCRBRAZIL @VICTOR_B_SOARES

Email: victorbrunosoares@yahoo.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.