Ocean Art 2018

foto de capa: “Gentle Giants” Humback whale and her calf (Megaptera novaeangliae) 1st Place – François Baelen

Os vencedores do Concurso de Fotografia Submarina Ocean Art deste ano acabaram de ser anunciados e suas imagens são incríveis. É um concurso realizado há 7 anos graças ao Underwater Photography Guide e possui milhares de inscrições provenientes de mais de 70 países. 

O concurso deste ano pagou mais de US $ 80.000 em prêmios distribuídos em 16 categorias que incluem: comportamento, água fria e uma seção inteira dedicada aos nudibrânquios, alem das tradicionais macro, peixes e grande angular, o concurso também inclui diferentes categorias de câmeras: Compactas, DSLR e Mirrorless.

A fotografia subaquática pode soar como uma atividade exclusiva para aqueles com câmeras submarinas muito caras. Scott Gietler, editor do Underwater Photography Guide e júri do concurso, explica que mais e mais fãs estão adotando, graças, em parte, à chegada de câmeras melhores e mais baratas e smartphones submersíveis:

Agora, há uma porcentagem muito maior de pessoas que são apenas amadores, cientistas, cidadãos comuns que fazem mergulho três vezes por ano, mas que tiram fotos como verdadeiros profissionais.

É uma boa notícia quando se trata de salvar os oceanos. Gietler explica que muitas pessoas envolvidas na fotografia subaquática acabam fazendo suas próprias causas em favor da conservação dos ecossistemas marinhos. Locais que se tornam populares entre mergulhadores e fotógrafos, incluindo locais na Indonésia, Filipinas, México e Galápagos, têm mais incentivo para preservar sua herança subaquática.

Isso sem mencionar que as fotos deste tipo de concursos servem para mostrar as maravilhas do oceano. Abaixo, compilamos algumas fotos favoritas desse ano. Você pode ver todos os ganhadores neste link .

“Devil Ray Ballet” por Duncan Murrell

Foto: Duncan Murrell / 2018 Ocean Art Contest

Duncan Murrell estava em cena para capturar o encontro fugaz em que duas arraias masculinas tentam conquistar uma fêmea em Palawan, nas Filipinas. Não se sabe quem ganhou a senhora.

“Ancistrocheirus” por Jeff Milisen

Jeff Milisen viu esta lula (Ancistricheirus lesseurii) durante um mergulho noturno em Kailua-Kona, Havaí. Ele perseguiu o pequeno kraken por quase 30 metros no abismo e capturou esta close-up primorosamente detalhada, que ganhou o primeiro lugar em Macro.

“Yellow Gobies in a Bottle” por Matteo Pighi

Na era dos humanos, a vida selvagem está cada vez mais encontrando maneiras de dar ao nosso lixo uma segunda vida. Matteo Pighi fotografou esses gobies pigmeus amarelos que se instalaram em uma garrafa de cerveja abandonada em Anilao, nas Filipinas. Ganhou o terceiro lugar na categoria Compact Macro.

“La Siesta” de Jin Woo Lee

Há algo estranhamente relaxante neste retrato de tubarões de recife de ponta branca que descansam à beira de um penhasco submerso no arquipélago Revillagigedo, no México. O fotógrafo Jin Woo Lee explica que, enquanto se aproximava dos animais, uma forte corrente vertical empurrou seu corpo para baixo, o que causou medo em todos os tubarões. Felizmente, sua foto levou o terceiro lugar em Comportamento com câmeras compactas.

“O amor de um pai” de François Baelen

O amor pelos pais. O terceiro lugar em comportamento marinho foi para François Baelen para este incrível close-up de um peixe-palhaço macho em Padangbai, Bali, que cuida de dezenas de bebês Nemos.

“Schools of Schools” por Debbie Wallace

Uma fêmea de sand tiger-shark mede o tamanho de algumas opções possíveis para o almoço, ou talvez esteja tão hipnotizada pela gigantesca bola de peixes como nós. A foto de Debbie Wallace desta cena rara em Morehead City, Carolina do Norte, conquistou o segundo lugar em Behavior Without a Mirror.

“Sheep on the Shot” por Chun Ho Tam

Os nudibrânquios nunca param de me fazer sorrir, mas esse pequeno e festivo exemplar se destaca até mesmo pelos padrões das lesmas marinhas. Ele foi fotografado no Estreito de Chun Ho Tam Lembeh, Indonésia e recebeu uma menção honrosa na categoria Nudibrânquios. Faça um favor a si mesmo e verifique o resto também.

“Roar” by Jinggong Zhang

A fotografia de Jinggong Zhang do peixe-punk mais punk no oceano recebeu menção honrosa na categoria Retrato.

“Smile of a Friend” por Antonio Pastrana

Antonio Pastrana conquistou o segundo lugar na DSLR Amateur por este quadro perturbador de um crocodilo chamado El Niño em Jucaro, Cuba.

“Face to Face” por Rafi Amar

Aparentemente, Rafi Amar esperou mais de uma hora perto de Shark Paradise, Bahamas, para caçar esse tímido amigo que se parece com o vilão de um RPG. Sua paciência foi recompensada com uma menção honrosa em Mirrorless Macro.

“Million Hope Shipwreck” por Fabrice Dudenhofer

Fabrice Dudenhofer levou para casa uma menção honrosa na categoria Mirrorless Wide Angle por essa imagem surrealista do Million Hope, o maior naufrágio no Mar Vermelho. “Este navio é tão grande que eu não tive tempo suficiente (este é um naufrágio raso que repousa encostado no arrecife) para explorar tudo”, escreveu Dudenhofer. “Minha ideia era mostrar o tamanho completo do navio.”

“Dancing Jellyfish” por Melody Chuang

Melody Chuang perseguiu esta água-viva ao longo da costa nordeste de Taiwan por mais de uma milha à noite. Seu marido usou uma lanterna de mergulho para criar a luz de fundo dessa imagem etérea que conquistou o primeiro lugar em Compacta Grande Angular.

“Winter in Iceland” por Adam Martin

Alguns viajam para a Islândia no inverno para testemunhar as famosas luzes do norte. Outros preferem mergulhar em lagos congelados e observar a efêmera luz solar do Ártico infiltrar-se no gelo. A idéia de férias de Adam Martin na Islândia não é para um coração fraco, mas lhe valeu uma menção honrosa na categoria de Água Fria.

Veja mais algumas imagens que adoramos:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.