Mergulhadores iniciam operação de resgate dos garotos tailandeses

Mergulhadores iniciam operação de resgate dos garotos tailandeses

Time internacional já está mergulhando até a caverna; primeiros resgatados podem sair em algumas horas

O governo tailandês acaba de iniciar a operação de resgate dos 12 meninos e seu treinador de futebol, presos em uma caverna alagada no norte do país desde o dia 23/6. Por volta de 10h da manhã deste domingo, 8/7, no horário local (meia-noite no Brasil), 18 mergulhadores entraram no sistema Tham Luang e iniciaram a longa jornada até o local onde o grupo está isolado. Pode demorar até 4 dias para que todos sejam resgatados.

O time de mergulhadores é composto por 13 renomados especialistas internacionais e 5 dos mais experientes Navy Seals tailandeses. Garotos serão levados um a um, mas não foram revelados detalhes de como será realizado o mergulho. O trajeto ida e volta até o local demora cerca de 10h, então os primeiros meninos devem sair da caverna no início da noite de hoje (final da manhã no Brasil).

O que já sabemos:

  • Governo tailandês confirmou o início da operação de resgate
  • 18 mergulhadores entraram nos túneis para trazer os garotos
  • Mergulhadores levam entre 4h e 6h para chegar até a caverna
  • Primeiro garoto deve ser libertado na noite de hoje
  • Pode demorar até 4 dias para todos os 13 serem resgatados
  • Nível de água no sistema é o mais baixo até agora
  • Chove fraco na região
  • Garotos estão presos lá há 15 dias
  • Grupo foi localizado por mergulhadores britânicos na segunda-feira

Narongsak Osatanakorn, governador da província de Chiang, disse que hoje é o “Dia D” para o resgate. “Atravessamos o momento em que estamos mais preparados. Tempo bom, baixos níveis de água, estabilidade física, psicológica e mental dos garotos. Estão todos determinados a sair.” Os meninos já foram avisados sobre o início do resgate e estão prontos; familiares também concordaram com a operação. “Mas não há tempo limite para concluir e resgate. Se algo mudar, nós pararemos”, ressalta.

Pessoas que não estão envolvidas na operação foram retiradas dos túneis, repórteres e fotógrafos foram levados para mais longe e equipes médicas estão a postos e preparadas, incluindo mais de 30 médicos de prontidão no hospital Chiang Rai Prachanukroh, a 57 km da caverna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.