Indonésia adota tolerância zero contra pesca predatória

A Ministra da Pesca da Indonésia, Susi Pudjiastuti, garantiu que o país seguirá a política de tolerância zero contra a pesca predatória em suas águas. Segundo ela, multas ou quaisquer outras sanções que não sejam “tiros de canhão” não irão resolver o problema da região que conta com cerca de 17 mil ilhas.

“Quem praticar a pesca ilegal e entrar na Indonésia precisa saber que é seu fim”, afirma Susi. “Que podemos fazer de diferente? Se multamos com uma multa de um milhão de dólares, eles pagam e continuam. Se apreendemos e depois devolvemos o navio, voltarão! Então, afunda-los é a única garantia que temos”, segue.

O governo indonésio afirma que possui dados confiáveis da FAO os quais apontam para um prejuízo de US$ 23 milhões por ano nas águas do país por conta da pesca ilegal. De acordo com a ministra, entre 2003 e 2013 houve uma redução de 50% de pessoas que dependiam da pesca no país por conta da redução do estoque pesqueiro e a consequente diminuição das vendas no comércio local e para o exterior.

“Com números alarmantes precisávamos tomar alguma atitude e recorremos à nossa força marítima. Precisávamos disso”, sugere.

Jacarta tem afundado quaisquer embarcações suspeitas por ordem do presidente Joko Widodo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.