HomeHomeMeio Ambiente

Caravela-portuguesa chama atenção de banhistas no litoral de SP e especialista explica os riscos

Mais de 22 mil aves marinhas morrem de gripe aviária no Peru
Fósseis humanos da África têm 1 milhão de anos a mais do que se pensava anteriormente

Uma caravela-portuguesa chamou a atenção de banhistas em Praia Grande, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (17). Apesar de bonita, ela é capaz de produzir queimaduras de até terceiro grau em contato com com a pele. O biólogo marinho Eric Comin explicou que os primeiros socorros mais indicados no caso de contato direto com o animal.

Foto mostra detalhes de caravela-portuguesa — Foto: Rafael Mesquita

As caravelas-portuguesas (Physalia physalis) são formadas por uma parte que boia e por tentáculos, que ficam debaixo d’água e são os responsáveis por soltar toxinas e causar queimaduras. Ao entrar no mar é preciso ficar atento e, caso localize uma, o recomendado é se afastar do animal, segundo o biólogo.

No caso de incidente com caravelas-portuguesas, Comin explica que o indicado é jogar vinagre e retirar os filamentos do animal da pele com auxílio de uma lâmina de barbear molhada também em vinagre.

O especialista explica que os tentáculos da caravela-portuguesa costumam se desprender do corpo do animal e grudar na pele humana. Por isso, é importante tentar removê-los o quanto antes. Após eliminar os filamentos, a vítima deve buscar atendimento médico.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2023/01/18/caravela-portuguesa-chama-atencao-de-banhistas-no-litoral-de-sp-e-especialista-explica-os-riscos.ghtml

Comentários

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0