10 dicas úteis para consumir menos ar

Levante sua mão se você nunca deu uma espiada no manômetro do seu dupla de mergulho, para descobrir que ele consumiu menos ar do que você, e pensou, esse cara não respira ???!!

Consumir menos ar durante o mergulho não significa que você vai ser o melhor mergulhador do mundo, mas jé um bom caminho para melhorar a qualidade das suas imersões, temos de admitir que a otimização do consumo de ar em um mergulho tem suas vantagens:

  • Primeiro de tudo, claro, você terá mais tempo para se dedicar ao mergulho.
  • Além disso, oferece uma margem de segurança para que você não termine o mergulho com um cilindro vazio.
  • Finalmente, quando você mergulha em um grupo, ele permite que você não force o grupo a interromper o mergulho porque você foi o primeiro a alcançar 50 bar enquanto todos os seus amigos ainda estão com 100 bar no cilindro.

Como consumir menos ar no mergulho?

  • Fique em forma

Sejamos honestos, não é fazer 5 mergulhos por ano que vai fazer você melhorar sua forma física. É importante estar em boa forma para praticar este esporte.

Além disso, viajar ao redor do mundo pode nos colocar em situações em que teremos de mergulhar em fortes correntes exigindo boas pernadas.

Não é necessário ser um campeão de natação para mergulhar, mas é importante ser capaz de fazê-lo de forma eficiente se for necessário.

  • Compre um equipamento do tamanho certo

Muitas vezes, temos a tendência de comprar equipamentos de tamanho grande, caso nos engordemos um pouco. Ou o contrário, compramos equipamentos muito apertados e “sexy”, e depois engordamos. O problema é que, se o seu traje de mergulho ou o seu BCD forem muito grandes, causarão mais arrasto na água e se forem muito pequenos, causarão constrição no peito e dificuldade para respirar. Em ambos os casos, causarão mais fadiga e respiração mais difícil. Por isso, é importante escolher o tamanho certo e mudar de equipamento quando necessário.

  • Escolha o equipamento certo para cada tipo de mergulho

Se você sabe que precisará nadar na correnteza, não pegue as nadadeiras molengas e confortáveis, pegue as grandes de palas mais duras e longas, mas que fazem você ter uma boa propulsão. O equipamento certo na situação certa, fará você economizar muita energia e ar.

Além disso, pense na temperatura da água. A proteção térmica desempenha um papel importante no consumo de ar. Lembre-se sempre que a perda de calor submersa é cerca de 20 vezes mais rápida que no ar. Para aquecer, o corpo queima muita gordura e açúcar e, embora a ideia pareça uma maneira fácil de perder alguns quilos a mais, isso leva necessariamente a um maior consumo de ar. Uma proteção térmica adequada irá mantê-lo aquecido e manter seu consumo de ar baixo .

Aliás, muitos argumentam que fazer xixi na roupa é uma boa maneira de se manter aquecido. Na verdade, pode dar uma sensação temporária de calor, mas não podemos esquecer que deixamos o líquido quente sair do nosso corpo, de modo que, no final, dispersamos o calor.

  • Não exagere no peso

Muitos mergulhadores gostam de trazer equipamentos inúteis para o mergulho que fazem, só porque é melhor tê-lo e não precisar dele do que não tê-lo quando for necessário. Não faz sentido encher os bolsos do seu BCD com todos os gadgets se for fazer um mergulho nos 12m de profundidade em um calmo recife. Na maioria das vezes, os mergulhadores não usam seus brinquedos, o que, por sua vez, pode ter um forte impacto no consumo de ar. Leve apenas o que você vai precisar .

Além disso, o colete e a quantidade de lastro estão intimamente ligados em um circuito perverso: se você tiver muito peso, tenderá a inflar e desinflar seu colete regularmente, consumindo ar e aumentando o arrasto. Além disso, se você está muito pesado, você terá que trabalhar mais para se mover. Isso levará inevitavelmente a um aumento no consumo de ar durante o mergulho, escolha o lastro com cuidado, ele deve ser o suficiente para você submergir um palmo da superfície quando esvazia seus pulmões, peça ajuda ao seu instrutor ou Dive master no barco para achar o peso ideal

  • Não esqueça o que você aprendeu no seu curso Básico

Ser hidrodinâmico. Sempre prenda o seu octopus e o manômetro ao seu BCD. É uma física simples: imagine a diferença no atrito do ar entre um caminhão grande e volumoso e um fórmula 1.

Evite usar o regulador na superfície enquanto espera o resto do time cair na água, inicie sua imersão de forma calma e controlada, normalmente consumimos muito ar nos primeiros 5 minutos de mergulho, até o corpo e a mente se adaptarem ao novo ambiente.

  • Melhora o seu “trim” ou flutuabilidade

Uma das melhores maneiras de reduzir o consumo de ar é melhorar sua postura. Provavelmente, você aprendeu vários exercícios durante o Open Water para facilitar o alcance de uma posição neutra, repeti-los de tempos em tempos. Quando você sobe ou desce, precisa preencher ou esvaziar seu BCD e consumir ar. Mas, além do consumo de ar, o fato de não ter uma boa postura pode gerar riscos e danos ao ambiente marinho e a você mesmo.

Então, aproveite o tempo para praticar o controle de flutuabilidade. By the way, se você precisa inflar seu BCD na superfície, use as habilidades aprendidas no curso e tente inflar com sua boca, você vai economizar ar.

  • Não prenda a respiração

Muitos pensam que podem consumir menos prendendo a respiração por mais tempo em um mergulho. Além do fato de que as apnéias não proporcionam melhorias apreciáveis ​​em termos de consumo de ar, elas podem aumentar o risco de doença descompressiva ou criar uma sensação de estresse durante o mergulho. De fato, com apnéia, as células tendem a acumular dióxido de carbono. Isso faz com que a necessidade de ar seja maior e consequentemente aumentar seu consumo de ar, fazendo com que você tenha que efetuar inspirações mais freqüentes e mais profundas.

  • Relaxar

Inspire lenta e profundamente . O mergulho é um remédio anti-stress, deve ser como uma sessão de ioga ou uma boa caminhada no parque. Não fique chateado, mova-se suavemente, deslize na água. Quanto mais você se move, mais ar você consome.

Falamos muito sobre os perigos do mergulho, mas o mergulho é, acima de tudo, um prazer e há muito poucos incidentes no mergulho recreativo. Então relaxe debaixo d’água. Respire profundamente, encha bem a parte inferior dos pulmões, use o diafragma e observe o que o rodeia. Não pense obsessivamente em sua respiração, deixe o ar fluir de seu corpo normalmente.

O estresse é a principal causa do aumento da freqüência cardíaca. O estresse também tende a aumentar a atividade física e, entre outras coisas, causa cãibras. Muitas vezes, o estresse é criado pelo próprio mergulhador, especialmente durante o treinamento. Respirar debaixo d’água não é natural. Mas não se preocupe, milhões de mergulhadores estiveram lá embaixo, você não está sozinho. Seu Dive Master e seu dupla de mergulho estão lá para cuidar de você.

  • Prepare-se bem para o seu mergulho

Ansiedade gera estresse . Quanto mais preparado você estiver, menos ficará ansioso e menos consumirá. Em particular, antes de mergulhar, faça a sua verificação de segurança e certifique-se de que o octopus do seu parceiro de mergulho funciona. Não hesite em pedir ao DM para lhe mostrar o roteiro do mergulho detalhado para estar pronto quando você passar por um canyon ou uma corrente forte. E … memorize a informação dada durante o briefing.

By the way, se você ainda não fez isso, considere comprar um computador de mergulho. Isso irá tranquilizá-lo de sua profundidade e mantê-lo informado sobre vários aspectos do seu mergulho. É muito reconfortante.

  • Não mergulhe muito fundo

No curso de Águas Abertas, você aprendeu que quanto mais você se afasta, mais consome. P x V = C , é a lei de Boyle. Durante o mergulho, você respira um volume fixo de ar à pressão ambiente e, portanto, o consumo aumenta com a profundidade. Com a pressão ambiente aumentando em uma barra a cada dez metros devido ao peso da coluna de água, não há nada mais simples do que ir fundo demais para consumir menos.

Se você é sempre o primeiro a terminar o cilindro, tente ficar um pouco raso do que o resto do grupo. Isso permitirá que você consuma menos ar.

E, finalmente, lembre-se de que você pode treinar o quanto quiser, mas uma garota magra e pequena de 45 quilos nunca vai consumir tanto quanto um jogador de basquete com mais de 90 kg.

Volume do pulmão e massa corporal influenciam muito o consumo de ar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.